Gentoo Logo

Aviso : Este documento não é válido e não é mais mantido.


Gentoo Linux x86 Guia de Instalação Rápida

1.  Guia de Instalação Rápida

Mídia de Instalação

Baixe o CD de um de nossos mirrors. Você pode encontrar os ISOs em releases/<architecture>/<release>/installcd. O CD de instalação minimal é útil somente para instalações baseadas na Internet; com o CD de instalação universal você pode executar uma instalação sem uma conexão de rede também.

Queime o CD e faça o boot por ele. Pressione F2 na tela de boot para saber quais opções de boot existem. Feito o boot, você precisa iniciar o script de inicialização de pcmcia caso necessite de suporte a PCMCIA.

O CD de instalação permite a você iniciar um servidor sshd, adicionar usuários adicionais, executar o irssi (um cliente de linha de comando de batepapo) e surfar na Internet usando o lynx ou links2.

Configuração de Rede

Se sua rede já não está funcionando, você pode usar net-setup para configurá-la. Pode ser necessário carregar o suporte para seu adaptador de rede usando modprobe antes de configurá-la. Se você tem uma conexão ADSL, use adsl-setup e adsl-start. Para suporte a conexões PPTP, edite primeiro o arquivo /etc/ppp/chap-secrets e /etc/ppp/options.pptp e então use pptp <server ip>.

Para acesso via wireless, use iwconfig para definir os parametros da conexão wireless e depois execute net-setup novamente ou ifconfig, dhcpcd e/ou route manualmente.

Se você está atrás de um proxy, não se esqueça de inicializar seu sistema usando export http_proxy, ftp_proxy e RSYNC_PROXY.

Preparando os Discos

Utilize fdisk ou cfdisk para criar seu esquema de particionamento. Você precisa de pelo menos uma partição swap (tipo 82) e uma partição Linux (tipo 83).

Utilize mke2fs, mke2fs -j, mkreiserfs, mkfs.xfs e mkfs.jfs para criar o sistema de arquivos nas suas partições Linux. Inicie sua partição swap usando mkswap e swapon.

Monte os novos sistemas de arquivos criados em /mnt/gentoo. Crie os diretórios para os outros pontos de montagem necessários (como /mnt/gentoo/boot) se precisar.

Instalando um Tarball de Estágio (stage)

Primeiro tenha certeza que a data do sistema está correta usando date MMDDhhmmYYYY. Depois, baixe um stage de um de nossos mirrors ou use um dos disponíveis no CD de instalação (/mnt/cdrom/stages). Vá para /mnt/gentoo e descompacte o stage usando tar -xvjpf <stage tarball>.

Instale um snapshot do Portage se você está realizando uma instalação sem conexão de rede: vá para /mnt/gentoo/usr e execute tar -xvjf /mnt/cdrom/snapshots/<snapshot>. Outros usuários podem baixar um snapshot do portage e instalá-lo do mesmo modo.

Para uma instalação sem suporte a rede, copie todos os arquivo de código fonte de /mnt/cdrom/distfiles/ para /mnt/gentoo/usr/portage/distfiles/.

Edite o arquivo /mnt/gentoo/etc/make.conf de acordo com suas necessidades (USE flag, CFLAGS and CXXFLAGS). Você pode usar o editor nano para isto.

Instalando o Sistema Básico do Gentoo

Monte o sistema de arquivos /proc primeiro, copie o arquivo /etc/resolv.conf e então faça um chroot no seu ambiente Gentoo.

Listagem de código 1.1: Preparando e acessando o ambiente chroot

# mount -t proc none /mnt/gentoo/proc
# cp /etc/resolv.conf /mnt/gentoo/etc/
# chroot /mnt/gentoo /bin/bash
# env-update && source /etc/profile

Se você não está realizando uma instalação sem uma conexão de rede, faça um emerge --sync para atualizar sua árvore do Portage.

Depois, certifique-se que o /etc/make.profile está apontando para o profile (perfil) correto. O profile padrão deve ser suficiente para a maioria dos usuários; sub profiles estão disponíveis para diferentes versões do kernel (como 2.4/ para profiles baseados em 2.4-kernel). Altere o profile usando ln -sf.

  • O Bootstrapping (não disponível para instalações sem conexão de rede) é feito usando scripts/bootstrap.sh no diretório /usr/portage.
  • A instalação do sistema (não disponível para instalações sem conexão de rede) é feita usando emerge -e system (ou -N se você não alterou as váriaveis CFLAGS/CXXFLAGS deixando o padrão).

Configuração do Kernel

Selecione seu fuso horário alterando o link simbólico /etc/localtime para sua localização correta em /usr/share/zoneinfo usando ln -sf.

Instale o fonte do kernel (gentoo-sources e vanilla-sources estão disponíveis para instalações sem conexão de rede) e configure-o usando make menuconfig seguido por make &&make modules_install dentro de /usr/src/linux. Copie o arquivo arch/i386/boot/bzImage para /boot. Você pode usar também emerge genkernel e executar genkernel all.

Usuários do genkernel necessitarão do emerge coldplug e rc-update add coldplug default.

Configurando o Sistema

Edite seu /etc/fstab; um exemplo abaixo:

Listagem de código 1.2: Exemplo fstab

/dev/hda1   /boot     ext2    defaults,noatime     1 2
/dev/hda2   none      swap    sw                   0 0
/dev/hda3   /         ext3    noatime              0 1
none        /proc     proc    defaults             0 0
none        /dev/shm  tmpfs   nodev,nosuid,noexec  0 0
/dev/cdroms/cdrom0    /mnt/cdrom    auto      noauto,user    0 0

Edite /etc/conf.d/hostname e /etc/conf.d/domainname, execute rc-update add domainname default e edite /etc/conf.d/net para configurar sua rede. Adicione o script de inicialização net.eth0 para o runlevel default. Se tiver múltiplos NICs, crie links simbólicos do script de inicialização net.eth0 e adicione-os para o runlevel default também.

Edite /etc/hosts; exemplos seguem abaixo:

Listagem de código 1.3: Exemplo /etc/hosts

(Para IPs estáticos)
127.0.0.1     localhost
192.168.0.5   jenny.homenetwork jenny
192.168.0.6   benny.homenetwork benny
192.168.0.7   tux.homenetwork tux

(Para um IP dinamico)
127.0.0.1     localhost.homenetwork tux localhost

Emerge pcmcia-cs e adicione-o para o runlevel default se necessário.

Defina a senha do usuário root usando passwd.

Defina as configurações do sistema necessárias em /etc/rc.conf, /etc/conf.d/rc, /etc/conf.d/keymaps, /etc/conf.d/clock.

Instalando as Ferramentas do Sistema

Usuário de kernel 2.4 precisam executar emerge --unmerge udev e emerge devfsd.

Instale um logger do sistema como syslog-ng e adicione-o ao runlevel default. Faça o mesmo para um daemon de cron como vixie-cron (opcional).

Instale as ferramentas necessárias para o sistema de arquivos (xfsprogs, reiserfsprogs ou jfsutils) e as ferramentas de rede (dhcpcd ou rp-pppoe).

Configurando o Bootloader

Emerge grub ou lilo. Edite /boot/grub/grub.conf ou /etc/lilo.conf da sua maneira. Abaixo você encontrará um exemplo para cada um.

Listagem de código 1.4: Exemplo grub.conf

default 0
timeout 30
splashimage=(hd0,0)/grub/splash.xpm.gz

# usuários genkernel
title=Gentoo Linux 2.6.11-r3
root (hd0,0)
kernel /kernel-genkernel-x86-2.6.11-gentoo-r3 root=/dev/ram0 init=/linuxrc ramdisk=8192 real_root=/dev/hda3 udev
initrd /initramfs-genkernel-x86-2.6.11-gentoo-r3

# usuários não-genkernel (sem initrd)
title=Gentoo Linux 2.6.11 r3
root (hd0,0)
kernel /kernel-2.6.11-gentoo-r3 root=/dev/hda3

# Somente no caso de desejar ter dual-boot
title=Windows XP
root (hd0,5)
makeactive
chainloader +1

Listagem de código 1.5: Exemplo lilo.conf

boot=/dev/hda
prompt
timeout=50
default=gentoo

# Para usuários não-genkernel
image=/boot/kernel-2.6.11-gentoo-r3
  label=gentoo
  read-only
  root=/dev/hda3

# Para usuários genkernel
image=/boot/kernel-genkernel-x86-2.6.11-gentoo-r3
  label=gentoo
  read-only
  root=/dev/ram0
  append="init=/linuxrc ramdisk=8192 real_root=/dev/hda3 udev"
  initrd=/boot/initramfs-genkernel-x86-2.6.11-gentoo-r3

# Para dual-booting
other=/dev/hda6
  label=windows

Usuários do GRUB precisam instalar o GRUB na MBR usando grub-install /dev/hda em seguida copiar /proc/mounts para /etc/mtab. Usuários do LILO precisam executar /sbin/lilo.

Saia do ambiente chroot, desmonte todos os sistemas de arquivos e reinicie.

Finalizando a Instalação

Faça o login como usuário root, então adicione um ou mais usuários para o uso do dia-a-dia utilizando useradd -m -G <grupos> <nomeusuário>.

Se você realizou uma instalação sem uma conexão de rede, monte o CD de pacotes em /mnt/cdrom e export PKGDIR="/mnt/cdrom" em seguida você pode executar emerge -k <pacote> para instalar softwares adicionais como o kde.

Obrigado por instalar o Gentoo!



Imprimir

Atualizado 20 de agosto de 2005

A versão original deste documento foi atualizada em 15 de agosto de 2013

Resumo: O guia de instalação rápida cobre o processo de instalação do Gentoo de uma maneira não descritiva. Usuários já devem ter uma certa experiência com a instalação do Gentoo Linux para seguirem este guia.

Sven Vermeulen
Autor

Steven Wagner
Autor

Luiz Silva
Tradutor

Donate to support our development efforts.

Copyright 2001-2014 Gentoo Foundation, Inc. Questions, Comments? Contact us.