Gentoo Logo

Aviso : Este documento não é válido e não é mais mantido.


Usando um mouse no console

Conteúdo:

1.  Instalando o GPM

Se você simplesmente instalou o Gentoo, certamente não tem seu mouse configurado para trabalhar na interface de linha de comando (CLI) ainda. Ou talvez você não possa usar ou não necessita usar um servidor X, mas você necessita usar um mouse. A solução é simples: gpm, o servidor com Finalidade Geral de Mouse.

Primeiro, você precisa instalar o GPM:

Listagem de código 1.1: Instalando GPM

# emerge gpm

Você pode ter observado algumas mensagens durante a compilação alertando sobre a configuração do servidor. Você deve fazer isto antes de iniciar o GPM.

2.  Configurando o GPM

Antes que possa usar o GPM, será necessário descomentar as linhas correspondentes a localização e protocolo do seu mouse. Faça isto editando os arquivos de configuração do GPM:

Listagem de código 2.1: Configurando o GPM

# nano /etc/conf.d/gpm

No meu caso, tenho um mouse USB em /dev/input/mouse0. Então, descomentei /dev/input/mice, este é um dispositivo comum para todos mouses no sistema, e o protocolo apropriado. Tente usar /dev/input/mice antes de /dev/psaux, pois esse último está descontinuado e pode estar desabilitado nas últimas versões do kernel 2.6. Se /dev/input/mice falhar, então faça uma tentativa com outros dispositivos. Aqui está meu exemplo do /etc/conf.d/gpm:

Listagem de código 2.2: Exemplo de configuração do GPM

(Por favor descomente o tipo do seu mouse e a entrada apropriada do 
MOUSEDEV)

#MOUSE=ps2
MOUSE=imps2
#MOUSEDEV=/dev/psaux
MOUSEDEV=/dev/input/mice

Se tiver um mouse com rodinha, deverá usar o protocolo imps2, então descomente a linha referente. Se imps2 e ps2 falharem para você, por favor procure nas páginas info do GPM (info gpm) outros protocolos para tentar. Também, caso queira ser capaz de clicar em um hyperlink no terminal e navegar em um site na Internet, é uma boa idéia seguir a sugestão no arquivo /etc/conf.d/gpm:

Listagem de código 2.3: Outras opções

(Por favor descomente estas linhas se desejar que o GPM entenda caracteres
usados em URLs e nomes com ~ ou : neles, etc.
Está é uma boa idéia a se habilitar!)

APPEND="-l \"a-zA-Z0-9_.:~/\300-\326\330-\366\370-\377\""

O resto do arquivo conf.d contém outras sugestões para seu servidor de mouse; descomente as várias opções de acordo com suas necessidades. Veja man gpm para mais informações.

3.  Executando GPM

Agora que seu servidor de mouse está instalado e configurado, é a hora de iniciá-lo usando:

Listagem de código 3.1: O script de inicialização do GPM

# /etc/init.d/gpm start

Você deve ver um bloco do cursor aparecer. Lembre-se que somente o usuário root pode executar o script de inicialização do GPM. Entretanto, para evitar ter que usar o comando su e executar o script toda vez que iniciar uma nova seção, porque não definir que o GPM inicie toda vez que ligar seu computador?

Listagem de código 3.2: Adicionando GPM para o runlevel default

# rc-update add gpm default

Agora, toda vez que iniciar seu computador, você irá encontrar um cursor no seu console no momento que receber o prompt de login. O servidor de mouse irá continuar a executar mesmo que você não esteja logado como root.

4.  Trabalhando com GPM

Copiando e colando

Copiar e colar grandes blocos de texto trabalhando com o um servidor de mouse é muito fácil. Simplesmente selecione o texto com o botão esquerdo do mouse (o texto ficará destacado quando o botão for solto), altere para um novo terminal se quiser, posicione o cursor, e pressione o botão do meio do mouse para colar o texto onde o cursor estiver posicionado. Note que você pode copiar e colar nem sempre saindo do terminal que iniciou. Fazer publicações de mensagens de erro nos Forums do Gentoo é extremamente simples.

Navegação em modo texto e GPM

Se você tem uma mensagem em uma tela e um navegador em modo texto em outra, você pode copiar as mensagens de erro selecionando-as, mudando para o outro terminal, clicando com o botão esquerdo na entrada apropriada da caixa para selecioná-la, e então pressionando o botão do meio do mouse. Voilà! Sua mensagem de erro pode agora ser postada nos fóruns.

Embora a discussão sobre navegadores em modo texto é algo que foge do escopo deste guia, inevitavelmente usuários irão precisar achar um navegador de console compatível. Embora o lynx seja um navegador provavelmente mais antigo e bem estável, sua interface tem suporte a mouse e reconhecimento pobres. Ao invés disso, tente usar o links, que tem uma excelente integração com o mouse.

Listagem de código 4.1: Instalando o links

# emerge links

Isto conclui este guia para usar um mouse com o console. Feliz mouse!



Imprimir

Atualizado 17 de fevereiro de 2006

A versão original desta tradução não é mais mantida

Resumo: Este guia mostra a você como configurar e usar o GPM (General Purpose Mouse server) na interface de linha de comando. Isto é útil especialmente para novas instalações do Gentoo ou para sistemas que não podem ou não usam um servidor X.

Joshua Saddler
Autor

Luiz Silva
Tradutor

Marcelo Góes
Revisão

Donate to support our development efforts.

Copyright 2001-2014 Gentoo Foundation, Inc. Questions, Comments? Contact us.