Gentoo Logo

Aviso : Este documento não é válido e não é mais mantido.


O guia de configuração do KDE

Conteúdo:

1.  O que é o K Desktop Environment?

O projeto

O projeto do KDE é um projeto de software livre dedicado ao desenvolvimento do KDE, um ambiente de desktop gráfico de código-aberto para estações de trabalho Linux e Unix. O desenvolvimento é levado por várias centenas de engenheiros de software de todo o mundo devotados ao desenvolvimento de software livre. Também veja O que é o projeto do KDE.

O software

O K Desktop Environment é um ambiente desktop fácil de usar construído em torno de uma moldura de aplicações bem pensadas que permite a interoperabilidade de aplicações, arrastar e soltar, etc... Fora os componentes essenciais, o ambiente do KDE também oferece aplicações prontas para usar para 101 tarefas: gerenciamento de arquivos, navegador de Internet, aplicações de escritório, e-mail, ... Tudo é coberto pelo projeto do KDE.

O ambiente do KDE está disponível em mais de 70 línguas e tem uma imensa base de usuários. Para os interessados, existem várias capturas de tela disponíveis. Para mais informações sobre o KDE, leia o artigo O que é o KDE? no KDE.org.

A comunidade

Existem muitos sites comunitários baseados no KDE. No KDEnews.org você encontra as últimas novidades sobre o KDE em geral. KDEdevelopers.org tem como foco especificamente no desenvolvimento do KDE, enquanto o KDE-forum serve melhor às grandes massas. Mais links podem ser encontrados na página da família KDE.

2.  Instalando o KDE

De que você precisa?

Se você estiver interessado em instalar o KDE (ou suporte para KDE), você precisará ter certeza de que sua variável de USE contém as opções kde e qt. O Qt é uma biblioteca gráfica de molduras que o KDE usa.

O KDE também é capaz de montar automaticamente dispositivos para você. Para usar esta função, adicione hal à sua variável de USE.

Se você não quiser usar aRts para sua multimídia geral, desative a opção de USE arts (que é ativada por padrão).

Instalando o KDE < 3.4

Segundo, você precisa pensar sobre o que você quer instalar a distribuição do KDE. Como mencionado antes, o KDE tem muitas funções e vários pacotes. Você não precisa acreditar em nós -- veja você mesmo :)

Listagem de código 2.1: Listando todos pacotes que o KDE iria instalar

# emerge --pretend kde | less

Se você não estiver interessado em instalar todos os pacotes, você pode instalar os pacotes individualmente. Você provavelmente deve instalar o pacote kdebase, já que ele contém pacotes básicos e necessários ao KDE. A seguinte tabela lista alguns dos outros pacotes disponíveis que você pode instalar.

Pacote Descrição
kdeaccessibility Programas relacionados com acessibilidade, gerenciados pelo projeto de acessibilidade do KDE
kdeadmin Ferramentas administrativas do KDE, como KCron (agendamento de tarefas), KUser (gerenciamento de usuários) e KDat (gerenciamento de backups)
kdeartwork Várias coisas relacionadas a arte, incluindo proteções de tela e temas. Veja também artist.kde.org para mais trabalhos de arte relacionados com o kde
kdeedu Aplicações educacionais do KDE com foco em crianças em idade escolar (3 a 18 anos). Veja também o Projeto do KDE Edu.
kdegames Vários jogos feitos para KDE. Mais informações podem ser encontradas no Centro de jogos do KDE.
kdegraphics Ferramentas gráficas para o KDE, incluindo KSnapshot (software para captura de tela), KolourPaint (simples editor gráfico), Kpdf (visualizador de PDF), KIconEdit (editor de ícones) e KPovModeler (um modelador 3D).
kde-i18n Arquivos relacionados com a internacionalização do KDE. Isto inclui suporte para línguas estrangeiras (e moedas, formatos de número/data, ...) e documentação. Veja também o projeto do KDE i18n para mais informações.
kdemultimedia Aplicações relacionadas a multimídia, incluindo suporte para CD, MP3, DVD, seqüenciamento, aplicações de som e vídeo. Mais informações podem ser encontradas no web site do Projeto do KDE Multimedia
kdenetwork Aplicações relacionadas a rede como o kppp (conexão discada) e lisa (rede). Note que o konqueror (gerenciador de arquivos e navegador) são parte do kdebase!
kdepim Ferramentas de gerenciamento de informações pessoais, como KOrganizer (diário), KAddressbook (livro de endereços), Kontact (Groupware) e KMail (E-mail). Mais informações online no web site do Projeto do KDE PIM.
kdesdk Ferramentas de desenvolvimento de código, incluindo KBabel (ferramenta de traduções), KBugBuster (front-end para rastreamento de bugs do KDE) e Kompare (interface gráfica para ver diferenças entre arquivos).
kdetoys Vários brinquedos para divertir-se quando você estiver esperando sua entrega de pizza. Você aplicativos como o eyesapplet e o fifteenapplet, mas também ferramentas legais como o amor que não faz nada fora usar recursos :)
kdeutils Ferramentas gráficas de sistema como kcalc (calculadora), kdessh (terminal de SSH), kfloppy (ações relacionadas com disquetes), etc.

Por exemplo, para instalar o KDE só com as aplicações relacionadas a rede e administração:

Listagem de código 2.2: Instalação de exemplo de componentes individuais do KDE

# emerge kdebase kdenetwork kdeadmin

Caso você tenha dúvidas: compilar o KDE leva um bom tempo :)

Instalando o KDE >= 3.4

As versões mais recentes do KDE (da 3.4 para cima) agora são representadas por uma variedade de ebuilds avulsas, tornando difícil saber o que instalar e o que não instalar. O Gentoo oferece alguns meta-pacotes que irão puxar um certa quantia de pacotes do KDE para você:

  • Se você quiser uma instalação completa do KDE, instale kde-meta. Este pacote irá puxar todas aplicações do KDE como dependências.
  • Se você quiser uma instalação básica do KDE, instale kdebase-startkde. Você sempre pode instalar aplicações adicionais do KDE quando quiser.

As duas possibilidades são os dois limites extremos; você provavelmente quer uma mistura segura dos dois :) Para facilitar o processo decisório para você, a seguinte tabela dá uma sobrevisão pequena e muito incompleta, porém útil, de alguns dos pacotes de KDE disponíveis.

Estes pacotes não são parte da instalação kdebase-startkde.

Nome da ebuild Descrição
amarok Com amaroK você tem um poderoso reprodutor de músicas para Unix/Linux.
k3b K3B é um utilitário completo para a gravação de CDs/DVDs com suporte a áudio. Gravar CDs nunca foi tão fácil.
kaffeine Kaffeine é um reprodutor multimídia completo para KDE.
kate O KDE Advanced Text Editor, é um editor multi-documentos com destaque de sintaxe, dobradura de códigos e mais.
kcontrol O Centro de Controle do KDE.
kicker A aplicação kicker do KDE é o bem conhecido painel de lançamento de aplicativos. Ele contém o menu K e pode lançar aplicativos docados como o pager, barra de tarefas, relógio, ...
kmail Organize seus e-mails eficientemente com o KMail.
knetattach Com o KNetAttach (também conhecido como o Assistente de pasta de rede), você pode facilmente adicionar novas pastas de rede ao seu desktop do KDE.
konqueror Com o Konqueror você tem um poderoso gerenciador de arquivos e navegador da web.
konsole Konsole é um emulador de terminal do KDE.
kontact Kontact é o Gerenciador de informações pessoais do KDE, ajudando você a gerenciar suas comunicações mais facilmente, organizar seu trabalho rapidamente e trabalhar em grupos de maneira mais próxima.
kopete Kopete é o mensageiro instantâneo do KDE, suportando todos protocolos de IM conhecidos.
korganizer Korganizer é a aplicação de calendário e agenda do KDE.
kpdf Com o KPDF você pode ver e trabalhar com arquivos PDF. Tem funções especiais que melhoram sua experiência de visualização de grande maneira.
kscd kscd é um toca-CDs gráfico para o KDE.
ksnapshot Com o ksnapshot, você pode capturar telas do seu desktop.
kuickshow A aplicação KDE kuickshow é capaz de navegar e mostrar vários formatos de imagem.

E tudo é apenas a ponta do iceberg. Se você quiser saber mais sobre todas aplicações possíveis do KDE dê uma olhada dentro da categoria kde-base. Sua função deve estar disponível em sua descrição.

Para prever o que o emerge instalaria, use emerge -p junto com o pager less, caso contrário você pode não ser capaz de ver todos pacotes.

Listagem de código 2.3: Prevendo a instalação do kde

(Troque com sua escolha de pacote(s)
# emerge -p kdebase-startkde kicker | less

Se você estiver feliz com o resultado proposto, deixe -p de fora. Este processo de construção irá demorar já que o KDE é um grande ambiente. Não fique surpreso quando seu sistema não terminar imediatamente :-)

Se você quiser que o KDE monte automaticamente seus dispositivos, você precisará instalar dbus, hal e ivman também. Depois disso você precisa adicioná-los ao runlevel default:

Listagem de código 2.4: Configurar montagem automática

# emerge dbus hal ivman
# rc-update add dbus default
# rc-update add hald default
# rc-update add ivman default

Primeiras impressões

Vamos olhar o resultado. Sua mãe provavelmente ensinou a nunca trabalhar como root. Então ouviremos o conselho dela e testaremos o KDE como usuário. Faça log-in de seu usuário e configure a sessão para começar o KDE quando você fizer startx. Você pode fazer isso escrevendo exec startkde em seu ~/.xinitrc(veja também Usando startx no Guia de configuração do servidor de X):

Listagem de código 2.5: Configurando sua sessão local

$ echo "exec startkde" > ~/.xinitrc

Agora inicie seu ambiente gráfico rodando startx.

Listagem de código 2.6: Iniciando o KDE

$ startx

Você será cumprimentado por uma aplicação chamada KPersonalizer. Parabéns, vamos ver agora como nós podemos configurar o KDE...

3.  Configurando o KDE

KPersonalizer

O KPersonalizer é uma aplicação que configura o KDE para você. É um ajudante muito útil que permite mudar rapidamente o KDE para atender às suas necessidades. Quando você rodar o KDE pela primeira vez, o KPersonalizer é iniciado automaticamente.

A primeira entrada que o KPersonalizer pede é seu país e língua de escolha. Como não instalamos os pacotes de línguas necessários no sistema ainda, as línguas disponíveis serão poucas -- você provavelmente só poderá escolher o inglês. Não se preocupe com isso, iremos mudar sua língua depois (se aplicável, claro).

A segunda escolha que é oferecida é o comportamento do sistema Isto inclui ativação de janelas, seleção de mouse, etc... Quando você selecionar um certo comportamento sua descrição aparece para ajudá-lo a escolher o comportamento que você quer. Se você não tiver certeza, não entre em pânico -- você pode mudar o comportamento do sistema quando você quiser.

A seguir, o KPersonalizer pergunta quanto de "eye-candy" ele deve ativar. Quanto mais eye-candy você quiser, mais divertido seu KDE será, mas mais CPU será usada. No entanto, isto não precisa ser levado muito a sério - em uma CPU de 600 Mhz com 128 de memória, ativar toda eye-candy ainda resulta em um sistema que responde bem.

Finalmente, o KDE pergunta que estilo você quer usar. Um estilo define a decoração das janelas, tema, arranjo de botões, etc... Experimente os diferentes estilos para ver o que agrada mais você. Nós já mencionamos que o KDE é totalmente configurável?

Agora relaxe e aproveite -- o KDE irá iniciar e você verá um belo, limpo e funcional ambiente de desktop.

Instalando pacotes de línguas

Se inglês não for sua primeira língua ou você estiver interessado em trabalhar com o KDE em uma língua estrangeira, por favor leia mais. Nós iremos instalar o(s) pacote(s) de língua para a(s) língua(s) que você quiser usar com o KDE.

Os pacotes de língua estão contidos no pacote kde-i18n. Para instalar os pacotes de língua de sua escolha, você precisa configurar a variável LINGUAS para a(s) língua(s) que você quer usar. É aconselhável configurar esta variável no /etc/make.conf para que quando você atualizar seu sistema os pacotes de língua não sejam removidos.

Listagem de código 3.1: Configurando LINGUAS no /etc/make.conf

# nano -w /etc/make.conf
(Como um exemplo, instalamos os pacotes de língua para holandês (nl) 
 e francês (fr))
LINGUAS="nl fr"

Agora rode emerge kde-i18n para instalar os pacotes de línguas. Uma vez instalado, inicie o KDE, então inicie o centro de controle do KDE (K-menu > Settings > Control Center). Esta é a aplicação onde você pode controlar quase todos aspectos do KDE. É muito mais extensa que o KPersonalizer.

Para mudar sua língua, vá para Regional & Accessibility, Country/Region & Languages. Então adicione a(s) língua(s) de sua escolha. Para ver seu KDE (localizado) em toda sua glória, faça log-out e log-in novamente, e aproveite.

Log-in gráfico

Se você quiser usar o kdm como gerenciador de log-in gráfico (que significa que você não tem que fazer log-in em um terminal e digitar startx toda vez) você precisa editar um arquivo de configuração e ajustar seu sistema para que ele entre em modo gráfico após a inicialização, como explicado abaixo.

No /etc/rc.conf, mude a variável DISPLAYMANAGER para kdm.

Listagem de código 3.2: Configurando DISPLAYMANAGER no /etc/rc.conf

# nano -w /etc/rc.conf
(Edite a seguinte variável)
DISPLAYMANAGER="kdm"

Termine adicionando xdm ao runlevel default:

Listagem de código 3.3: Adicionando xdm ao runlevel default

# rc-update add xdm default

Quando você reiniciar seu sistema, ele irá usar o KDM como gerenciador de log-ins gráfico.

O KDM irá fornecer uma lista de sessões disponíveis para escolher, incluindo KDE - claro - e incluindo todas outras sessões instaladas em seu sistema, que o KDM encontra procurando em /usr/share/xsessions/. Portanto, se você usar KDM, você não precisa editar o ~/.xinitrc.

4.  Perguntas mais feitas

O KDE é muito lento na inicialização

Certifique-se que seu arquivo /etc/hosts está correto:

  • Se você tiver um endereço IP estático, certifique-se seu FQDN e nome de host estão mencionados na mesma linha, como 192.168.0.10 tux.mydomain tux
  • Se você tiver um endereço de IP dinâmico ou não tiver nenhuma interface adicional, coloque seu nome de host depois de localhost, assim 127.0.0.1 localhost tux

Verifique se você tem DMA ativado em seus discos:

Listagem de código 4.1: Verificando ajustes de DMA

# hdparm /dev/hda
(...)
using_dma       = 1 (on)
(...)

Se você não tiver uma rede com IPv6 ativo, desligue a verificação de IPv6 do KDE adicionando a seguinte linha a /etc/env.d/99kde-env:

Listagem de código 4.2: Mudando o /etc/env.d/99kde-env

KDE_NO_IPV6 = 1


Imprimir

Atualizado 1 de julho de 2005

A versão original desta tradução não é mais mantida

Resumo: Um dos ambientes de desktop mais usados é o KDE. Este guia tenta descrever todos aspectos do KDE, incluindo a instalação, configuração e uso.

Sven Vermeulen
Autor

Marcelo Góes
Tradutor

Donate to support our development efforts.

Copyright 2001-2014 Gentoo Foundation, Inc. Questions, Comments? Contact us.