Gentoo Logo

Aviso : Este documento não é válido e não é mais mantido.


Guia de impressão do Gentoo

Conteúdo:

1.  Impressão e o Gentoo Linux

Use as ferramentas corretas

O Linux tem ótimo suporte para impressoras; a ferramentas correta para o trabalho chama-se CUPS (Common Unix Printing System). Desde o começo do projeto, em 1999, a instalação e manutenção de CUPS melhorou dramaticamente.

Neste documento iremos cobrir como usar CUPS para configurar uma impressora local ou de rede. Não entraremos em grande detalhe já que o projeto tem ótima documentação disponível para uso avançados.

2.  Configure seu kernel

Introdução

Quando você quiser instalar uma impressora em seu sistema, você precisa saber como sua impressora será conectada a seu sistema. É através de uma porta local como LPT ou USB, ou é de rede? E se for, ela usa o Internet Printing Protocol (IPP) ou o protocolo do Microsoft Windows SMB-CIFS (Microsoft Windows Sharing)?

As próximas seções explicam de que configuração mínima de kernel você precisa. Claro, isto depende se sua impressora estará conectada a seu sistema, então para sua conveniência nós separamos as instruções:

Vá para /usr/src/linux e rode make menuconfig para entrar na configuração de kernel. Se você usou genkernel para configurar seu kernel, você ainda deve fazer estes passos para ter certeza de que nada foi esquecido.

Nos próximos exemplos de configuração, iremos adicionar suporte no kernel, não como módulos. Isto não é obrigatório; se você quiser, você pode facilmente usar suporte modular. Não se esqueça de carregar os módulos apropriados depois. Também usamos um exemplo de configuração de kernel 2.6; usuários de 2.4 podem encontrar as diretivas de configuração apropriadas em outro lugar.

Agora vá para a seção apropriada para configurar (ou verificar) seu kernel.

Impressora conectada localmente (LPT)

A porta LPT é geralmente usada para identificar a porta de impressora paralela. Primeiro você precisa ativar suporte a porta paralela, depois suporte a impressora de porta paralela estilo-PC (a menos que for usuário de SPARC), e por fim você ativa suporte a impressora paralela.

Listagem de código 2.1: Configuração de impressora paralela

Device Drivers -->
  <*> Parallel port support
  <*>   PC-style hardware

Device Drivers -->
  Character Devices -->
    <*> Parallel printer support

Alguns usuários podem precisar ativar outras opções na seção Parallel port support. Verifique a função Help da configuração de kernel para mais informações.

Isto é tudo; saia da configuração de kernel e reconstrua seu kernel. Não se esqueça de copiar a nova imagem de kernel para o local /boot (e não se esqueça de montar /boot se necessário) e atualize sua configuração de gerenciador de inicialização antes de reiniciar seu sistema.

Agora continue com Instalando e configurando CUPS.

Impressora conectada localmente (USB)

Para ativar impressão em USB, você precisa de suporte a USB e suporte a impressoras USB.

Listagem de código 2.2: Configuração de impressoras de porta USB

Device Drivers -->
  USB Support -->
    <*> Support for Host-side USB
    (...)
    --- USB Host Controller Drivers
    (Selecione o HCD que seu sistema usa. Se você não sabe qual
     selecionar, rode "lspci -v | grep HCI" de outro terminal)
    <*> EHCI HCD (USB 2.0) support ( ou )
    <*> OHCI HCD support           ( ou )
    <*> UHCI HCD (most Intel and VIA) support
    (...)
    <*> USB Printer support

Isto é tudo; saia da configuração de kernel e reconstrua seu kernel. Não se esqueça de copiar a nova imagem de kernel para o local /boot (e não se esqueça de montar /boot se necessário) e atualize sua configuração de gerenciador de inicialização antes de reiniciar seu sistema.

Agora continue com Instalando e configurando CUPS.

Impressora conectada remotamente (IPP)

Para poder conectar-se a uma impressora conectada remotamente através do Internet Printing Protocol, seu kernel precisa ter suporte de rede. Presumindo que seu kernel já tem, continue com Instalando e configurando CUPS.

Impressora conectada remotamente (SMB-CIFS)

Seu kernel deve suportar SMB CIFS:

Listagem de código 2.3: Configuração de impressora SMB-CIFS

File systems -->
  Network File Systems -->
    <*> SMB file system support (to mount Windows shares etc.)
    <*> CIFS support (advanced network file system for Samba, Windows and other CIFS compliant servers)

Isto é tudo; saia da configuração de kernel e reconstrua seu kernel. Não se esqueça de copiar a nova imagem de kernel para o local /boot (e não se esqueça de montar /boot se necessário) e atualize sua configuração de gerenciador de inicialização antes de reiniciar seu sistema.

Agora continue com Instalando e configurando CUPS.

3.  Instalando e configurando CUPS

Instalação

Instalar o CUPS com o Gentoo é fácil. CUPS tem algumas funções opcionais que podem interessar você. Para ativar ou desativar essas opções, use as variáveis de USE associadas com elas.

Variável de USE Impacto em CUPS
nls Ativar suporte de língua nacional. Com nls ativado, CUPS pode dar feedback localizado para você poder aproveitar CUPS em sua língua materna.
pam Se você precisa de autenticação de trabalho de impressão através dos Pluggable Authentication Modules, isto irá ativar suporte de PAM para CUPS.
samba Se você quiser poder dividir impressoras conectadas localmente com sistemas Windows em sua rede usando o protocolo SMB-CIFS, ou você quer poder usar impressoras compartilhadas de sistemas Windows, você precisa de suporte a SAMBA.
slp Em um ambiente gerenciado a impressora pode estar disponível como um serviço para outros. Com o Service Location Protocol, você pode procurar e configurar facilmente um serviço em seu sistema. Ative esta opção de USE se sua impressora está disponível como um serviço ou deve ser disponibilizada como um.
ssl Se você quiser autenticação remota e/ou privacidade, você precisa de suporte para o Secure Socket Layer, permitindo sessões de impressão criptografadas. Suporte para SSL deve estar disponível em todos sistemas participantes em sua rede.

Verifique os ajustes de USE atuais. Se você quiser desviar de seus ajustes de USE atuais só para CUPS, adicione as variáveis de USE apropriadas em /etc/portage/package.use.

Listagem de código 3.1: Ajustes de variáveis de USE para CUPS

# emerge -pv cups
[ebuild N     ] net-print/cups-1.1.23-r1  +nls +pam -samba -slp +ssl 0 kB

(Por exemplo, para ativar suporte de SAMBA para CUPS)
# vim /etc/portage/package.use
net-print/cups samba

Se você estiver contente com o resultado, instale CUPS com o Portage.

Listagem de código 3.2: Instalando CUPS

# emerge cups

O processo de construção pode informá-lo para rodar rc-update add coldplug default se você estiver usando uma impressora USB e tiver o suporte necessário como módulos de kernel. Isto irá permitir que módulos de kernel USB sejam carregados automaticamente durante a inicialização.

Se a impressora estiver conectada a seu sistema localmente, você precisa carregar CUPS automaticamente durante a inicialização. Certifique-se que sua impressora está conectada e ligada antes de iniciar CUPS.

Listagem de código 3.3: Iniciando CUPS automaticamente

# /etc/init.d/cupsd start
# rc-update add cupsd default

Configuração

A configuração padrão de servidor de CUPS em /etc/cups/cupsd.conf é suficiente para maior parte dos usuário. No entanto, alguns usuários precisam de algumas mudanças na configuração de CUPS.

Nas próximas seções iremos cobrir algumas das mudanças que são freqüentemente necessárias:

Acesso de impressora remota

Se você quiser que outros sistemas usem sua impressora através de IPP você precisa dar acesso a sua impressora explicitamente em /etc/cups/cupsd.conf. Se você quiser compartilhar sua impressora usando SAMBA, esta mudança não é necessária.

Abra /etc/cups/cupsd.conf em seu editor favorito e adicione em uma linha Allow os sistema(s) que devem poder conectar a sua impressora. No exemplo a seguir, nós damos acesso a sua impressora a qualquer sistema cujo endereço IP comece com 192.168.0.

Listagem de código 3.4: Permitindo acesso remoto a sua impressora

<Location />
Order Deny,Allow
Deny From All
Allow From 127.0.0.1
Allow From 192.168.0.*
</Location>

Administração remota de CUPS

Se você estiver interessado em administração remota, você precisa dar acesso a outros sistemas fora localhost para administração de CUPS. Edite /etc/cups/cupsd.conf e faça-o dar acesso aos sistemas que você deseja explicitamente. Por exemplo, para dar acesso ao sistema com endereço IP de 192.168.0.3:

Listagem de código 3.5: Permitindo acesso remoto em /etc/cups/cupsd.conf

<Location /admin>
(...)
Order Deny,Allow
Deny From All
Allow From 127.0.0.1
Allow From 192.168.0.3
</Location>

Não se esqueça de reiniciar CUPS depois de fazer mudanças em /etc/cups/cupsd.conf rodando /etc/init.d/cupsd restart.

Ativar suporte para drivers PCL de Windows

Drivers de PCL enviam dados raw para o servidor de impressão. Para ativar impressão raw em CUPS, você precisa editar /etc/cups/mime.types e descomentar a linha application/octet-stream. Então você precisa editar /etc/cups/mime.convs e descomentar a linha application/octet-stream.

Listagem de código 3.6: Ative suporte para impressão raw

# vim /etc/cups/mime.types
(Descomente a linha para que o arquivo contenha:)
application/octet-stream

# vim /etc/cups/mime.convs
(Descomente a linha para que o arquivo contenha:)
application/octet-stream     application/vnd.cups-raw    0    -

Não se esqueça de reiniciar CUPS depois de fazer mudanças em /etc/cups/cupsd.conf rodando /etc/init.d/cupsd restart.

Configurando uma impressora remota

Se as impressoras estão conectadas a um servidor CUPS remoto, você pode configurar seu sistema para usar a impressora remota facilmente mudando o arquivo /etc/cups/client.conf.

Presumindo que sua impressora esta conectada a um sistema chamado printserver.mydomain, abra o /etc/cups/client.conf com seu editor favorito e configure a diretiva ServerName:

Listagem de código 3.7: Editando client.conf

# vim /etc/cups/client.conf

(Substitua printserver.mydomain com seu nome de servidor de impressão)
ServerName printserver.mydomain

O sistema remoto terá um ajuste de impressora padrão que você irá usar. Se você quiser mudar a impressora padrão, use lpoptions:

Listagem de código 3.8: Mudando a impressora padrão

(Primeiro liste as impressoras disponíveis)
# lpstat -a
hpljet5p accepting requests since Jan 01 00:00
hpdjet510 accepting requests since Jan 01 00:00

(Configure HP LaserJet 5P como a impressora padrão)
# lpoptions -d hpljet5p

4.  Configurando uma impressora

Introdução

Se a impressora que você quer configurar está disponível remotamente através de um servidor de impressão diferente (rodando CUPS), você não precisa seguir estas instruções. Ao invés disso, leia Configurando uma impressora remota.

Detectando a impressora

Se você tem uma impressora USB ou sua impressora de porta paralela foi ligada quando você carregou seu sistema Linux, você pode obter informação do kernel dizendo que detectou sua impressora com sucesso. No entanto, isto é meramente uma indicação e não um requisito.

Listagem de código 4.1: Obtendo informação de kernel

(Para uma impressora de porta paralela)
$ dmesg | grep -i print
parport0: Printer, Hewlett-Packard HP LaserJet 2100 Series

(Para uma impressora USB)
$ lsusb
(...)
Bus 001 Device 007: ID 03f0:1004 Hewlett-Packard DeskJet 970c/970cse

Instalando a impressora

Para ter a impressora instalada em seu sistema, abra seu navegador e aponte-o para http://localhost:631. Você verá a interface de web de CUPS, que permite que você execute todas tarefas administrativas.

Vá para Administration e entre sua informação de log-in de administrador (root) e senha na máquina. A seguir, quando você alcançar a interface administrativa, clique em Add Printer. Você verá uma nova tela permitindo que você digite a seguinte informação:

  • O spooler name, um nome curto, porém descritivo usado em seu sistema para identificar a impressora. Este nome não deve conter espaços ou quaisquer caracteres especiais. Por exemplo, para a HP LaserJet 5P você pode usar hpljet5p.
  • O location, uma descrição de onde a impressora está localizada fisicamente (por exemplo em seu quarto, ou não cozinha próximo a lava-louças, ...). Isto é para ajudar a manter várias impressoras.
  • A description, na qual você deve colocar uma descrição completa da impressora. Um uso comum é o nome completo da impressora (como "HP LaserJet 5P").

A próxima tela pede o dispositivo a que a impressora escuta. Você terá uma escolha de vários dispositivos. A próxima tabela cobre alguns dispositivos possíveis, mas a lista não é completa.

Dispositivo Descrição
AppSocket/HP JetDirect Este dispositivo especial permite que impressoras de rede sejam acessíveis através de um HP JetDirect socket. Só impressoras específicas suportam isto.
Internet Printing Protocol (IPP ou HTTP) Use isto para conectar a sua impressora remota através do protocolo IPP diretamente (IPP) ou através de HTTP.
Host ou impressora LPD/LPR Selecione se sua impressora for remota e conectada a um servidor LPD/LPR.
Porta paralela #1 Selecione quando sua impressora estiver conectada localmente a sua porta paralela (LPT). Quando a impressora for detectada automaticamente seu nome será anexado ao dispotivo também.
USB Printer #1 Selecione quando sua impressora estiver conectaca localmente a uma porta USB. O nome da impressora deve aparecer automaticamente ao lado do nome do dispositivo.

Se você estiver instalando uma impressora remota, será pedida a URI para a impressora:

  • Um servidor de impressora LDP usa uma sintaxe lpd://hostname/queue
  • Uma impressora HP JetDirect usa sintaxe socket://hostname
  • Uma impressora IPP usa sintaxe http://hostname:631/ipp/queue ou ipp://hostname/ipp/queue

A seguir, selecione o fabricante da impressora na tela e o tipo de modelo e número na subseqüente. Para muitas impressoras você irá encontrar drivers múltiplos. Você pode tanto selecionar um agora ou procurar na Lista de impressoras do LinuxPrinting.org um driver bom. Você pode trocar de drivers facilmente mais adiante.

Uma vez que o driver for selecionado, CUPS irá informá-lo que sua impressora foi adicionada com sucesso ao sistema. Você pode agora ir para a página de gerenciamento de impressoras ou interface administrativa e selecionar Configure Printer para mudar configurações da impressora (resolução, formato da página, ...).

Testando e reconfigurando a impressora

Para verificar se a impressora está funcionando corretamente, vá para a página de administração de impressoras, selecione sua impressora e clique em Print Test Page.

Se sua impressora não estiver funcionando corretamente, clique em Modify Printer para reconfigurar a impressora. Você verá as mesmas telas que durante a primeira instalação, mas os padrões serão sua configuração atual.

Se você não tiver idéia do motivo de sua impressora não funcionar, você pode conseguir uma dica olhando em /var/log/cups/error_log. No exemplo seguinte nós descobrimos que há um erro de permissão, provavelmente devido a um ajuste Allow errado em /etc/cups/cupsd.conf.

Listagem de código 4.2: Procurando erros de CUPS

# tail /var/log/cups/error_log
(...)
E [11/Jun/2005:10:23:28 +0200] [Job 102] Unable to get printer status (client-error-forbidden)!

Instalando o melhor driver

Existem muitos drivers de impressão; para descobrir qual tem a melhor performance para sua impressora, visite a Lista de impressoras do LinuxPrinting. Selecione sua marca e tipo para descobrir que driver o site recomenda. Por exemplo, para a LaserJet 5P, o site recomenda o driver ljet4.

Baixe o arquivo PPD do site e coloque-o em /usr/share/cups/model. Isto irá tornar o driver disponível através da interface de web de CUPS. Agora reconfigure sua impressora como descrito acima.

5.  Usando drivers de impressão especiais

Introdução

Algumas impressoras precisam de drivers específicos ou fornecem funções adicionais que não são ativadas através do processo de configuração normal descrito acima. Este capítulo irá discutir uma seleção de impressoras e como fazê-las funcionar com o Gentoo Linux.

As seguintes impressoras e/ou drivers são cobertas:

Driver Gimp-Print

Os drivers gimp-print são drivers de código aberto de alta qualidade para várias impressoras Canon, Epson, HP, Lexmark, Sony, Olympus e PCL que suportam CUPS, ghostscript, The Gimp e outras aplicações.

A árvore do Portage contém uma ebuild para os drivers gimp-print. Simplesmente use emerge para instalá-los. Note que a ebuild escuta algumas variáveis de USE (como cups e ppds). Você precisa ativar no mínimo estas duas opções!

Listagem de código 5.1: Instalando os drivers gimp-print

# emerge gimp-print

Quando o processo de emerge completar, os drivers Gimp-Print drivers estarão disponíveis através da interface de web de CUPS.

Driver HPLIP

O Projeto HPLIP envolve o driver hpijs e inclui suporte de scanner e ferramentas de serviço para vários periféricos de propósito múltiplo. Para suporte de impressão, você deve ter a opção de USE ppds ativada.

Listagem de código 5.2: Instalando os drivers hplip

(Verifique se a variável de USE ppds está ativada)
# emerge -vp hplip
These are the packages that I would merge, in order:

Calculating dependencies ...done!
[ebuild  N    ] net-print/hplip-0.9.5  +X +cups +foomaticdb +ppds -qt -scanner -snmp +usb 9,255 kB 

Total size of downloads: 9,255 kB

# emerge hplip

Quando o processo de emerge completar, os drivers de impressão drivers estarão disponíveis através da interface de web de CUPS.

Driver PNM2PPA

PPA é uma tecnologia da HP focada em enviar processamento de baixo nível ao sistema ao invés de impressora, o que torna a impressora mais barata, mas que consome mais recursos.

Se o site LinuxPrinting disser que o driver pnm2ppa é sua melhor escolha, você precisa instalar o filtro pnm2ppa em seu sistema:

Listagem de código 5.3: Instalando o filtro pnm2ppa

# emerge pnm2ppa

Uma vez instalado, baixe o arquivo de PPD para sua impressora do site LinuxPrinting e coloque-o em /usr/share/cups/model. A seguir, configure sua impressora usando os passos explicados acima.

6.  Imprimindo de a para Microsoft Windows

Configurando um cliente de Windows Client para IPP

Microsoft Windows suporta IPP (usuários de Windows 9x e ME precisam instalar suporte separadamente). Para instalar uma impressora que está conectada a sua máquina Linux no Windows, inicie o assistente de Adicionar impressorar e selecione Impressora de rede. Quando for pedida a URI, use a sintaxe http://hostname:631/printers/queue.

Certifique-se que seus sistemas podem alcançar sua impressora!

Configurando um cliente de Windows para uma impressora compartilhada por Samba

Para compartilhar a impressora na rede SMB-CIFS, você precisa ter SAMBA instalado e configurado corretamente. Fazer isto está além do escopo deste documento, mas nós iremos lidar rapidamente com a configuração de impressoras compartilhadas de SAMBA.

Abra /etc/samba/smb.conf com seu editor favorito e adicione uma seção [printers]:

Listagem de código 6.1: Adicionando uma seção [printers]

[printers]
  comment      = All printers
  path         = /var/spool/samba
  browseable   = no
  guest ok     = no
  writable     = no
  printable    = yes
  public       = yes
  printer name = hpljet5p

Agora navegue para o topo do arquivo smb.conf até você chegar na seção [global]. Então localize os ajustes printcap name e printing e configure os dois como cups:

Listagem de código 6.2: Mudando a seção [global]

[global]
  (...)
  printcap name = cups
  printing      = cups

Certifique-se de ter ativado Drivers PCL de Windows em CUPS. Então, reinicie o serviço smb para que as mudanças entrem em efeito.

Configurando um cliente de Linux para um servidor de impressoras de Windows

Antes de tudo, certifique-se que a impressora está compartilhada em seu sistema Windows.

A seguir, em sua interface web do CUPS, configure sua impressora como descrito anteriormente. Você perceberá que CUPS adicionou outro driver chamado Windows Printer via SAMBA. Selecione-o e use a sintaxe smb://username:password@workgroup/server/printername ou smb://server/printername para a URI.

7.  Aplicações relacionadas à impressão

Introdução

Existem muitas ferramentas que ajudam você a configurar uma impressora, usar filtros de impressão adicionais, adicionar funções à suas capacidades de impressão, etc... Este capítulo lista algumas delas. A lista não é completa e não discute todas ferramentas com detalhes.

Gtk-LP - Uma ferramenta de configuração de impressora de Gtk

Com o Gtk-LP, você pode instalar, modificar e configurar sua impressora de uma aplicação Gtk avulsa. Ela usa CUPS e oferece todas capacidades padrão do CUPS também. Vale a pena experimentar se você não gosta da interface web do CUPS ou quer uma aplicação avulsa para suas rotinas de impressão diárias.

Para instalar, faça emerge gtklp:

Listagem de código 7.1: Instalando Gtk-LP

# emerge gtklp


Imprimir

Atualizado 21 de novembro de 2005

A versão original desta tradução não é mais mantida

Resumo: Este documento cobre a instalação e manutenção de impressoras usando CUPS e Samba. Cobre instalação local e de rede e você também encontrará instruções para usar impressoras compartilhadas de outros sistemas operacionais.

Sven Vermeulen
Author

Marcelo Góes
Tradutor

Donate to support our development efforts.

Copyright 2001-2014 Gentoo Foundation, Inc. Questions, Comments? Contact us.